Preferências sobre uso do 13º salário para a compra de veículos

23% dos participantes da pesquisa que ganham 13º salário têm interesse de usar este recurso para ir às compras. Deste total, 68% comprarão um veículo, sendo que os modelos de até R$ 60 mil estão na mira de 84% dos participantes

Pesquisa realizada com a base de usuários da Webmotors, que conta com mais de 28 milhões de acessos ao mês, revelou dados otimistas do consumidor para a aplicação do 13º salário na compra de automóveis. Nessa pesquisa, que teve a participação de 7,4 mil pessoas que acessam o site, 45% contaram que recebem 13º salário. Deste público, 23% afirmaram que têm interesse de comprar produtos ou um bem com esta receita adicional e, entre eles, 68% pretendem investir na compra de um carro; as outras categorias de preferências de compras são: bens de maior valor, sem ser um carro (6%), bens e produtos de menor valor (13%), viagens (4%) e outros (9%).

Das pessoas que afirmaram que têm interesse de comprar um carro com o 13º salário, 67% devem aplicar de 81% a 100% deste adicional. Sobre os valores, a preferência de 40% do público interessado em comprar um veículo é por modelos que custam até R$ 30 mil; 44% estão de olho em modelos com preço entre R$ 30 mil e R$ 60 mil; e apenas 3% têm interesse em adquirir veículos com preços acima de R$ 200 mil.

A pesquisa destaca que a aquisição de veículos, inserida no contexto de produtos e bens, figura em terceiro lugar na ordem de prioridades dos participantes para o uso dos recursos do 13º salário: “Pagar contas” e “Investir” aparecem em primeiro e segundo lugares, com 34% e 28%, respectivamente.